Assistência Espiritual e Religiosa

 

Todas as religiões e credos espirituais são respeitados no Centro Hospitalar do Oeste. Caso necessite de qualquer apoio, solicite-o ao Enfermeiro do Serviço.

As unidades hospitalares dispõem de uma capela e de padre que visita os utentes diariamente e sempre que os mesmos o solicitem.

A espiritualidade e a prática religiosa, sobretudo para quem é crente, constituem uma ajuda preciosa na luta contra a doença e o sofrimento. São, ainda, um importante factor de bem-estar. O internamento hospitalar, por sua vez, não constitui um impedimento à vivência da espiritualidade ou à prática da fé, devendo ser considerados apenas os condicionalismos hospitalares e clínicos.

 

Unidades de Caldas da Rainha e Peniche


As Unidades de Caldas da Rainha e Peniche dispõem de um Serviço de Assistência Espiritual e Religiosa (SAER) ou Capelania. Se é do seu gosto ou desejo ter a visita de um assistente espiritual para conversar, orar ou celebrar a fé, solicite a sua presença aos enfermeiros de serviço. A assistência espiritual e religiosa residente é católica. Se pertence a outra igreja ou tradição religiosa e desejar ser assistido por ela, o Serviço onde está internado(a) ou o SAER têm o maior prazer em ajudá-lo a realizar o seu desejo.

Aceder à assistência espiritual e religiosa é, no dizer do decreto-lei 253/2009, um direito do utente internado. Deve respeitar a sua vontade e crença e, por isso, ninguém (profissionais, voluntários, assistentes espirituais ou outros) pode influenciar, pressionar ou obrigar a escolher um determinado assistente espiritual ou a receber assistência espiritual e religiosa indesejada. Os assistentes espirituais devem, por isso, ter a identificação da religião a que pertencem. A assistência espiritual e religiosa pode ser pedida logo no início do internamento ou em qualquer altura do mesmo.

Os católicos idosos ou doentes podem receber a Unção dos Doentes quando apropriado, e não é bom adiarem-na apenas para a proximidade da morte. Quando estiverem internados num Hospital, podem confessar-se, comungar e receber a Unção dos Doentes através do SAER. Quando estiverem na sua residência, se não puderem deslocar-se à igreja, podem receber essa assistência religiosa semanalmente, bastando contactar a Paróquia a que pertencem.

Ao utente internado, independentemente da sua confissão, é reconhecido o direito a:

• Aceder ao serviço de assistência espiritual e religiosa;

• Ser informado por escrito, no momento da admissão na unidade ou posteriormente, dos direitos relativos à assistência durante o internamento, incluindo o conteúdo do regulamento interno sobre a assistência;

• Rejeitar a assistência não solicitada;

• Ser assistido em tempo razoável;

• Ser assistido com prioridade em caso de iminência de morte;

• Praticar actos de culto espiritual e religioso;

• Participar em reuniões privadas com o assistente;

• Manter em seu poder publicações de conteúdo espiritual e religioso e objectos pessoais de culto espiritual e religioso, desde que não comprometam a funcionalidade do espaço de internamento, a ordem hospitalar, o bem-estar e o repouso dos demais utentes;

• Ver respeitadas as suas convicções religiosas;

• Optar por uma alimentação que respeite as suas convicções espirituais e religiosas, ainda que tenha de ser providenciada pelo utente.


Horários

 

Unidade Hospitalar

Assistente

Voluntários

Presença do Assistente

Missa

Caldas da Rainha Padre Filipe Sousa 3 Voluntárias Pastorais 3º, 4º, 5º e 6º feira:10h-12h30 e 15h-18h Todos os dias às 11h na Igreja de Nª. Sª. Pópulo, excepto ao Domingo às 10h
Peniche Padre Gianfranco Bianco 1 Voluntário Pastoral 5ª Feira: 15h-17hNoutras alturas contactar os diversos serviços do Hospital Primeira 6ª Feira do mês às 10h30


Os voluntários estão integrados na Associação Mateus XXV (Associação de Cooperadores Voluntários das Capelanias Hospitalares do Patriarcado de Lisboa), que lhes proporciona formação técnica e espiritual e ocasião de partilha de experiências. Ver... 

Frases


Ligações Úteis


Regulamento


Legislação


Lei da Liberdade Religiosa - Lei n.º 16/2001 de 22 de Junho, Diário Da República — I Série-A n.º 143 — 22 de Junho de 2001


Regulamentação da assistência espiritual e religiosa nos hospitais e outros estabelecimentos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) - Decreto-Lei n.º 253/2009 de 23 de Setembro